dados-top2017

Roteiro 1

Roteiro 1

30 vagas

10h00 - Memorial da América Latina, Marquise em frente ao Auditório Simon Bolivar.
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664
Encontro e retirada da bike

10h30 - Memorial da América Latina
Quarteto 4X4

11h00 - Casa Mário de Andrade - Rua Lopes Chaves, 546
Trio São Paulo Ensemble

11h30 - Kia Ora Pub - Rua Brigadeiro Galvão, 871
Quarteto Real

12h00 - Núcleo Experimental - Rua Barra Funda, 637
Duo Imaginário

12h30 - Estacionamento Scala Park - Rua Barra Funda, 423
Coll Brass


Roteiro guiado esgotado!

Alexandre Ficarelli, oboé
Domingos Elias, clarinete
Marcos Fokin, fagote

Formado em 1994, o trio tem se apresentado em diversos teatros e escolas. Em 2002 participou do festival de palhetas duplas na Argentina e apresentou-se no Teatro Colón em Buenos Aires.

A expressividade que os instrumentos de palheta produzem foi o que deu origem à essa formação que teve origem na França. O resultado deste nascimento, no final do século XIX, é o elevado índice de obras de autores franceses no repertório do grupo. O trio tem também em seu repertório transcrições de diversas obras.

Graziela Fortunato, violino
Sílvia Velludo, violino
Eduardo Cordeiro, viola
Gustavo Pinto Lessa, violoncelo

O Quarteto Real é composto por renomados profissionais do meio musical paulista. Todos integram a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo e Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.

O quarteto já participou de vários eventos e shows como a inauguração da montadora Hyundai no Brasil. Também acompanhou a cantora Sarah Brightman em sua visita ao Brasil. O repertório abrange desde a música popular brasileira até os grandes mestres da música clássica como Mozart, Beethoven, Tchaikovsky, entre outros apresentando sempre um resultado de alta qualidade e refinamento.

Adriana Holtz, violoncelo
Vana Bock, violoncelo


O Duo Imaginário apresenta obras escritas para esta formação, resultando em uma sonoridade única e diferenciada.

Com um repertório variado, mescla o erudito com popular, partindo de Bartok, Mahle, passando por Villa Lobos, até chegar em artistas atuais como André Mehmari.

Atualmente Adriana Holtz é cellista da OSESP e Vana Bock, da OSUSP. São grandes violoncelistas na cena musical erudita que buscam um resultado sonoro e artístico de mais alta qualidade e surpreendem o público em cada música! 

Marisa Takano Lui, clarineta
Elaine Lopes, clarineta
Isabel De La Torre, clarineta
Márcia Guirra, clarineta


ClarasClarinetasleva ao público toda a riqueza de timbre, expressividade e versatilidade da família das clarinetas através de obras originais ou adaptadas.

Evidencia as diferenças entre clarineta, requinta, clarone e corno di basseto, que apesar de pertencerem a mesma família, possuem peculiaridades próprias.

Com o prazer, a alegria e a liberdade musical, ClarasClarinetas apresenta um repertório eclético e inovador, partindo de compositores como Vivaldi e Mozart, chegando a Tom Jobim, Cyro Pereira e Pixinguinha. 

André Ficarelli, trompa
Douglas Costa, trompa
Samuel Hamzem, trompa
Luciano Amaral, trompa

4 X 4 é uma versátil formação de música de câmara para metais. Toda versatilidade e sonoridade que um quarteto de trompas alcança em uma formação orquestral é explorada nesta formação camerística.

No Brasil, o 4x4 é o único grupo do gênero a manter uma atividade profissional contínua. Executa peças originais e arranjos  eruditos e populares, repertório consagrado e estreias, em concertos que levam ao público novas experiências e sonoridades contribuindo para a “popularização” da trompa. 

lateral-dados

Go to top